Portos dos Açores, S.A. presente nos 35 Anos da ‘Bandeira Azul’, em Lisboa

 

O Presidente do Conselho de Administração da Portos dos Açores, S.A. tomou parte na última sexta-feira, 19 de novembro, em Lisboa, na cerimónia de comemoração dos 35 anos do ‘Programa Bandeira Azul’, no âmbito da qual a Marina da Horta foi especialmente destacada, em função de ser a marina mais antiga no país a deter aquele galardão, precisamente desde o ano do seu lançamento, em 1987.

“Ao longo destes 35 anos, a Bandeira Azul ajudou a educar para o desenvolvimento sustentável em praias costeiras, fluviais e lacustres, portos de recreio e marinas e embarcações de recreio e ecoturísticas, através de um conjunto de critérios relacionados com informação e educação ambiental, qualidade da água balnear, gestão ambiental, segurança e serviços, responsabilidade social, envolvimento comunitário e proteção de ecossistemas”, assinala a Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), a propósito desta comemoração.

O ‘Programa Bandeira Azul’ é um programa promovido em Portugal pela ABAE, que se constitui na secção portuguesa da Fundação para a Educação Ambiental (FEE), organização reconhecida pela UNESCO e pelo PNUMA, como líder mundial nas áreas de educação ambiental e educação para o desenvolvimento sustentável.

Completando a Bandeira Azul, em 2022, 35 anos (1987-2022), a ABAE promoveu, por antecipação, este evento como momento de reflexão sobre o futuro das nossas praias, zonas balneares, portos de recreio e marinas, procurando aquela entidade constituir-se, desde logo, em parte ativa na estratégia adotada por um Portugal resiliente e respeitador das alterações climáticas.

Na cerimónia que decorreu no final da última semana, na Gare Marítima de Alcântara, em Lisboa, estiveram presentes o Presidente da Associação Bandeira Azul da Europa, José Archer e o Vice-Presidente da FEE (Fundação para a Educação Ambiental), Nikos Petrou, tendo o Presidente da Portos dos Açores, S.A., Comandante Rui Terra, sido um dos oradores convidados, no âmbito de um painel de participantes que incluía, ainda, os Municípios de Mira (praia costeira com Bandeira Azul há mais tempo), de Oleiros (Bandeira Azul pela primeira vez), de Albufeira (maior número de praias com Bandeira Azul) e de Macedo de Cavaleiros (a mais antiga Bandeira Azul do interior) e onde foi ainda distinguida, igualmente, a primeira embarcação marítimo-turística a arvorar Bandeira Azul.

Da Região Autónoma dos Açores estiveram também representadas a Câmara Municipal da Horta, na pessoa do seu Presidente, Carlos Ferreira e a Câmara Municipal de Ponta Delgada, representada por um dos seus técnicos superiores, ambas as edilidades distinguidas com certificados de reconhecimento.

No decorrer desta cerimónia a Portos dos Açores, S.A. foi alvo de nova distinção pelo desenvolvimento sustentável e proactivo do ‘Programa Bandeira Azul’ nas Marinas dos Açores sob jurisdição da Administração Portuária, programa que foi iniciado na Marina da Horta (em 1987), estendendo-se posteriormente à Marina de Ponta Delgada (desde 1999), à Marina de Angra do Heroísmo (desde 2006) e à Marina de Vila do Porto (desde 2016).