Notícias

2020-01-20

A Portos dos Açores SA está presente na BOOT maior feira de náutica de recreio da Europa. Em Dusseldorf, Renânia do Norte. Promover as Marinas dos Açores e a notoriedade do destino está também na nossa missão. As estadias em Marinas sob jurisdição da Portos dos Açores têm registado um incremento significativo nos últimos anos um pouco por via da promoção feita. Não é, certamente, alheio a este crescimento o facto da Marina da Horta ter uma notoriedade internacional de meter inveja à grande maioria dos nossos concorrentes.

Manter esse nível de notoriedade e promover os portos de recreio dos Açores é uma missão indispensável para o crescimento sustentável do sector do turismo na Região.

2020-01-20

A Portos dos Açores SA. Adjudicou a reparação dos pilares nascentes do cais de passageiros do Porto de Vila do Porto, à empresa Marques SA.

A reparação que vai agora ter início enquadra-se no conjunto de reparações urgentes decorrentes dos efeitos da passagem do furacão “Lorenzo” e insere-se no plano de manutenção preventiva das estruturas portuárias dos Açores.

A agitação marítima verificada aquando da passagem do furacão “Lorenzo” pelas ilhas dos Açores, em outubro último, provocou danos, uns visíveis e outros ocultos, nas estruturas de muitos dos portos e marinas dos Açores. O Porto de Vila do Porto foi fustigado com ondas que atingiram, os 17 metros e ventos que atingiram, em períodos longos, os 75 km/hora e rajadas até 100 km/hora.

Das inspeções efetuadas posteriormente, às zonas molhadas do Porto, zonas abaixo do zero hidrográfico e obras acima desse, resultou a constatação de que os pilares nascentes da cabeça do Cais de Passageiros do Porto de Vila do Porto haviam perdido base de suporte.

Tendo em conta a importância que aquela infraestrutura representa para a segurança no interior da baia e a relevante e preponderante função dos Portos dos Açores no desenvolvimento do bem-estar das populações residentes, entendeu a Portos dos Açores SA proceder, com caráter de urgência, à reparação dos pilares afetados prevenindo assim que o mar dos próximos invernos venha a causar danos irreparáveis.

 

 

NB-Portos dos Açores, S.A.

 

 

2020-01-17

O Porto de Ponta Delgada tem, a partir de hoje, a sua capacidade de movimentação de contentores em parque reforçada com mais dois empilhadores do tipo Reachstacker” de 45 toneladas. As duas máquinas que chegaram em regime de aluguer, estão agora ao dispor da operação e servirão para reforçar a mesma até à efetiva entrada em atividade de duas máquinas novas cujo processo de aquisição está a decorrer de acordo com a necessária tramitação contratual.

Os empilhadores agora ao serviço do Porto de Ponta Delgada são de fabrico Finlandês, e têm uma capacidade de carga de 45 toneladas até ao limite de 3 contentores empilhados. São máquinas equipadas com motores de nova geração, com tratamento de gases de escape, consequente redução dos mesmos e como tal mais amigos do ambiente.

Este aluguer reflete o esforço que a Portos dos Açores tem vindo a fazer nos últimos meses no melhoramento da operação portuária em todos os portos da Região e enquadra-se num plano de renovação de todo o seu parque de máquinas, com equipamentos mais eficazes e eficientes quer do ponto de vista operacional quer no que respeita à sua eficiência energética e à emissão de gases de escape.

NB

2020-01-15

A Portos dos Açores SA, na senda de melhorar a operacionalidade das estruturas portuárias que gere, dotou o Porto da Casa, na Ilha do Corvo, com uma nova grua móvel. Este novo equipamento de elevação, agora disponível naquela Ilha do Grupo Ocidental, vai permitir mais eficiência e eficácia na operação de carga e descarga de mercadorias servindo, assim, da melhor forma, os Corvinos.

A nova grua automóvel já está operacional e disponível para funcionar em pleno. Trata-se de um equipamento, com tração total e quatro rodas direcionais o que lhe confere uma capacidade de manobra e uma polivalência ímpares.

O equipamento de elevação vertical agora disponível está equipado com uma lança de 32,4 metros de comprimentos que pode atingir uma altura máxima de 35 metros e tem uma capacidade elevatória máxima de 70 (setenta) toneladas.

Este é um entre os muitos investimentos que a Portos dos Açores tem programados e estão já em curso, em todos os portos da Região, tendentes à renovação de todo o seu parque de máquinas, com equipamentos mais eficazes e eficientes quer do ponto de vista operacional quer no que respeita à sua eficiência energética e à emissão de gases de escape.

 

1 2 3 5