Ação imediata mitiga derrame de fuelóleo no Porto da Praia da Vitória

 

Verificou-se no passado dia 20 de dezembro uma avaria no sistema de tubagem instalado no cais comercial do Porto da Praia da Vitória, o que provocou um derrame de fuelóleo, nas caleiras do cais -12 (em terra), com projeção no mar, em quantidades ainda por apurar, no decorrer da operação de descarga daquele tipo de combustível, proveniente do navio-tanque “DONALD”.

O alerta de incidente foi dado pelas 21:30 horas, tendo a Portos dos Açores, S.A. acionado de imediato o seu Plano de Segurança Interno, o que implicou a mobilização de todos os meios humanos e materiais necessários a atuar, de forma célere e eficaz, para assegurar a contenção da situação e mitigação de potenciais consequências ambientais.

Durante a madrugada seguinte, as equipas da PA, treinadas para o efeito, garantiram a colocação das barreiras antipoluição marítimas, contendo no imediato o derrame ocorrido, sob condições atmosféricas adversas, tendo posteriormente trabalhado em contínuo, por forma a garantir a limpeza do produto poluente, recorrendo para o efeito a almofadas absorventes e à utilização de uma potente bomba de sucção.

Ao longo do dia de terça-feira, 21 de dezembro, foram, entretanto, dadas por concluídas as ações de limpeza no mar, tendo-se conseguido mitigar quase na totalidade os potenciais impactes ambientais previsíveis, mantendo-se no período seguinte uma monotorização atenta a novas bolsas de eventual poluição que pudessem ser identificadas.

Esta Administração Portuária reconhece a prestação competente e meritória de todos os nossos colaboradores, que, com enorme mérito e sacrifício pessoal, trabalhando em contínuo, coordenaram e manusearam todos os equipamentos ao dispor, para a efetiva contenção deste derrame, fazendo-se igual menção e reconhecimento público às restantes entidades institucionais, que, sob a coordenação da Autoridade Portuária (Portos dos Açores, S.A.), colaboraram dentro das suas competências locais.